Print this page
07
January

MMA: Khabib - de lutador a homem de negócios

Publicado por 

Se 2020 foi o ano de despedida de Khabib Nurmagomedov dos octógonos, 2021 deverá ficar marcado pela sua reentrada, mas agora como dono de uma organização, como já foi adiantado no final do ano passado.

De lutador a homem de negócios: o russo comprou a organização Gorilla Fighting Championship, renomeando-a como EFC (Eagle Fighting Championships) em menção ao seu próprio apelido.

"Fiz esta oferta para Dana White. Queria fazer um contrato com o UFC Fight Pass para transmitir as lutas do EFC lá, parecido com o contrato deles com o M-1, mas um pouco diferente. Queria discutir o número de defesas de título que um lutador do EFC precisa para entrar no UFC. Quando contratamos lutadores, gostaríamos que a organização os acompanhasse até o UFC. Por exemplo, um lutador que assina por seis lutas. Se ele ganhar e defender o título algumas vezes, vamos conseguir um contrato com o UFC. Depois dele assinar, cuidaremos de seus assuntos. Quero que o EFC seja uma plataforma de lançamento no cenário mundial", explicou Khabib, acrescentando "precisamos de, pelo menos, dez anos para sermos melhores que o UFC, então não temos esse objetivo. Um lutador de 23 anos pode fazer seis, sete lutas, ganhar o título e defendê-lo e depois assinar com o UFC em apenas dois anos. Essa é uma meta de curto prazo mais realista do que olhar à frente apenas para ter a chance de se tornar a melhor organização do mundo. Mas pretendemos nos tornar uma das melhores".

 

Texto: Joana França/Kombat Press

Foto: EFC

Lido 129 vezes
Classifique
(0 votes)

Ultimas de Joana França

Faça login para comentar