A mãe de Deontay Wilder sugere que ele deveria se aposentar

Débora Wilder, Deontay Wilder mãe, deu a entender que seu filho deveria se aposentar.

Wilder sofreu sua segunda derrota consecutiva sendo nocauteado por Zhilei Zhang. Antes da luta, Wilder sugeriu que poderia se aposentar caso perdesse. Wilder ficou quieto após a perda, enquanto contemplava seu futuro. Seu histórico recente mostra quatro derrotas nas últimas cinco lutas. Sua última vitória foi contra Roberto Helenius em 2022. No entanto, aos 38 anos, as ambições de Wilder pelo título mundial provavelmente terminaram. A trilogia com Fúria de Tyson também exigiu muito dele, já que a mãe de Wilder sugeriu que seu filho deveria se aposentar.

“Mandei uma mensagem para ele e disse: 'Filho, vamos dar uma festa para você. Você nos deu o melhor boxe dos EUA quando o boxe estava morto. Você envelheceu. Você percorreu seu curso em sua jornada. É hora de comemorar. Ele trouxe o boxe de volta aos EUA e aproveitamos todos aqueles nocautes. Eu os gravei e vou olhar para eles. Vamos rir, vamos chorar. Mas seremos felizes. Aproveite sua vida agora. Ensine outros jovens a se tornarem campeões”, Deborah Wilder disse

Shirley Finkel, empresário de Wilder, recusou-se a confirmar o futuro do boxeador. Ele conversou com Wilder, que agora está passando um tempo com sua família. Embora não haja pressa para decidir, é difícil ver onde Wilder poderá garantir uma grande luta a seguir. Tendo lutado por grandes bolsas, Wilder quer continuar lutando boxe por pagamentos menores? Finkel disse que apoiaria Wilder independentemente do que ele decidisse.

“Ele está bem, ele está dormindo agora. Ele estava muito emocionado ontem à noite, obviamente. Não esperávamos que fosse do jeito que aconteceu. Não tenho nada além de elogios pela forma como Zhang lutou, ele foi o melhor homem. Cabe a Deontay decidir se esta será sua última luta ou não. Eu amo o cara, estou com ele há 15 anos e não quero que ele se machuque. A decisão é totalmente dele, vou deixá-lo saber como me sinto, mas a decisão é dele e eu o apoio em tudo o que ele fizer”, Shirley Finkel afirmou

Reação