Nico Carrillo acredita que o melhor ainda está por vir após uma vitória no Fight Night 23

Faixa Preta Plus

Nico Carrillo esmagou Saemapetch Fairtex no ONE Fight Night 23 para se suplantar firmemente como o indiscutível #1-candidato classificado na divisão peso galo de Muay Thai do ONE Championship.

“O Rei do Norte” parou Saemapetch com três knockdowns durante a colisão no evento co-principal e então garantiu ao mundo que ele era o próximo na fila para ter uma chance pelo maior prêmio do esporte.

Após o evento, Carrillo ficou exultante por ampliar sua sequência sobre outro grande nome do esporte.

“Estou nas nuvens. Estou muito feliz com meu desempenho. E sim, outra lenda tailandesa adicionada à lista. Poucas pessoas podem dizer que fizeram o que estou fazendo”, Carrillo admitiu à ONE.

Carrillo estava completamente confiante de que conseguiria a finalização, mas demorou um pouco para perceber no ringue.

O escocês admitiu que teve que se adaptar ao que seu oponente tailandês estava fazendo, mas assim que ele descobriu o movimento, o final foi inevitável.

“Não fiquei surpreso (com sua durabilidade). Acho que ele tinha uma tática meio estranha. Ele abaixava a cabeça quando eu estava chegando perto, e tive que me reajustar a isso porque estava tirando a potência dos meus golpes. Foi um pouco estranho. Mas depois que me reajustei, sim, eu sabia que ele não conseguiria dar os golpes”, disse o escocês.

À medida que Carrillo continua a subir na divisão e como um superstar global, muitos acham que ele está chegando ao auge. O jogador de 25 anos não compartilha dessa opinião.

Ele disse que isso é apenas o começo de sua escalada em direção ao pico da montanha para alcançar o que é possível.

“Ainda estou melhorando, mesmo neste acampamento de luta sozinho. Sou um novo lutador comparado a sete meses atrás, quando lutei com Nong-O. Isso mostra o quanto estou melhorando no espaço de um acampamento de luta”, Carrillo declarou.

“Eu melhorei muito, e não acredito que estou no meu auge ainda. Não acho que estarei no meu auge até ter 27, 28 anos. Você ainda deve ver o melhor de Nico (por vir). Eu sou como um bom vinho.”

No ONE 168: Denver, Jonathan Haggerty defenderá o título mundial de Muay Thai peso galo do ONE contra Superlek Kiatmoo9. Quem vencer, Carrillo estará esperando para desafiar.

O escocês não fez uma previsão, mas compartilhou sua preferência sobre quem ele gostaria de enfrentar em sua primeira tentativa de ganhar o ouro no ONE.

“Não tenho certeza (de quem vencerá essa luta), mas eu preferiria lutar contra Haggerty. Não porque ele seja melhor ou algo assim. Eu só gostaria de ser aquele que tiraria o cinturão dele”, Carrillo admitiu.